14 de Agosto de 2009

...eu uso rosa...quando estou envergonhado...

 

Ainda estou a recuperar de uma visão dantesca.

O Júlio Isidro com uma camisa rosa-choque!

 

Como o tenho em conta como sendo uma pessoa de respeito, meditei sobre as hipotéticas razões de tal decisão...coiso, vá lá.

 

Cenário 1:

Terá o Júlio hoje um part-time, enquanto apresenta o programa matinal?

Será que esse trabalho engloba vender flores vestido de indiano, paquistanês ou coisa que o valha?

Enquanto as câmaras vão fazendo aqueles planos rotativos e movimentos giroscópios sobre o cançonetista e suas partners (fazendo náuseas ao pobre telespectador, obrigando-o a ter um balde sempre à mão), o Júlio vai ganhando uns cobres a espalhar flores pelas senhoras e namorados babados.

Não é de todo, má ideia...

O mais próximo que estive disso, foi nas férias grandes quando era mais novo. Para ganhar uns cobres, regava um jardim...poder-se-à dizer, que estive a um passo de vender flores.

Mas o jardim não era meu e, na altura, a lei metia um qualquer rapazota em sentido.

 

Cenário 2:

Como decorre a 71ª Volta a Portugal em Bicicleta, será que ele aproveita para transpor para cá o significado da maglia rosa do Giro?

Há poucos dias, enquanto cantavam e/ou "enchiam chouriços" (algo habitual neste género, para fazer passar o tempo até ao início do programa País Regiões), o Júlio fazia exercício numa "pasteleira".

Enquanto estavam todos bucolicamente entediados com o ilusionismo barato do playback de quem actuava no palco da praça/rua/beco, o Júlio fazia aquecimento ou cansava-se o suficiente para logo a seguir, colocar-se à frente do líder da etapa em sprint final, de modo a roubar-lhe o momento de glória de passar a linha de meta.

 

Cenário 3:

Será alguma picardia azeda com o Manuel Luís Goucha?

Alguma antiga quezília em aberto difícil de deglutir?

Sim, porque este vulto do entretenimento, é conhecido pela excentricidade das suas toillettes de fazer um palhaço rico desesperar, entrar em pânico e recorrer aos saldos, para conseguir ter novamente a notoriedade que lhe é devida e poder voltar a ter a assistência roubada por este fã do Tony (...!!??...esperem lá!...agora já sei quem é o conselheiro de imagem do famoso cançonetista!).

Bom, adiante. Se assim for, amigo Júlio, onde estão os óculos a fazer pendant com o fato!?

E para fazer frente à co-apresentadora do Manuel Luís, onde está uma Sónia Araújo com voz de fazer um escape livre de uma motorizada calar-se de argumentos!?

 

Cenário 4:

...(é melhor nem mencionar)...

escrito por centrodasmarradas às 14:24 linque da crónica
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
15
16
18
21
22
24
25
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

os que venderam bem
6 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
mais sobre o espécime
saída de emergência
 
patacoadas
..ainda bem. Está na altura de trazer uma garrafa ...
Vinho é muito bom! concordo consigo :D
Esse reality show não teria grande sucesso, pois j...
...e será só ela, Rafeiro? Abraço...
Quando aparece o tipo a dizer porque é que a outra...
...a seu tempo, meu caro. A seu tempo...
...bem relevante!...e as garantias?...ningué...
Eu não sei se devemos dar dinheiro a esses tipos o...
1º Eu respondi a cena do ministro, queres a morada...
Eu juntava era esses criadores de dias mundiais e ...
blogs SAPO