28 de Outubro de 2009

...a vida são dois dias, o carnaval não sei porque não gosto...

 

Nunca mais quero ter um pesadelo como este último!

Sonhei que estava a assistir em primeira fila a um concerto do Tony, de elementar t-shirt com o frontispício do indivíduo e apetrechado com a lógica bandeira em riste.

Todos (incluindo eu), gritavam "Tony! Tony! Tony!"...foi há uma semana atrás e ainda hoje tento recuperar do sucedido. Não tem sido fácil. Ainda me custa encarar as pessoas na rua, com o receio de que se apercebam que sonhei com esta catástrofe.

 

De fazer Saramago rebolar nu por uma encosta abaixo repleta de urtigas, é a fantástica ideia que tive para o papel higiénico dupla face, perfumado e absorvente.

Seria um inquestionável êxito mundial, imprimir vários sucessos literários em papel digno e de qualidade como este.

Que melhor maneira de homenagear uma das melhores ideias seculares e que esteve sempre ali para nos servir em momentos de maior sacrifício?

- Quem é que teve a ousadia de utilizar o resto do meu rolo que continha o final do livro "Anita vai para a fila do rendimento mínimo"!?

- Se utilizaram, é merecido! Eu andava a ler "Harry Potter e as ceroulas em macramé" e ninguém se dignou sequer a ler o final em voz alta, antes de o utilizar!".

Que mais poderia contribuir para a paz interior, serenidade e enriquecimento do indivíduo (enquanto no apego à sanita), senão aquele papel inundado de palavras sábias a engrandecer e a deixar níveo o momento de aflição?

 

Assim como um cão ensina o animal de estimação que o leva a passear, a recolher os dejectos dos relvados e passeios, também devia ser colocado em prática um plano semelhante quanto ás vacas que vêem o seu leite ser desperdiçado, derramado nas ruas sempre que os produtores de leite reivindicam o seu direito à greve.

Eu imagino duas vacas a segurarem um destes camaradas e uma outra a encaminhar-se para ele enquanto diz:

- Aqui tens, meu lindo. Coloco em tuas singelas e hilariantes maminhas estes sedentos recolectores de leite, que se desligam automaticamente nos modestos 100 litros para que, a partir de agora, dês mais valor ao nosso esforço e ao invés de fazeres disparates, entregues o leite (quiçá), a instituições de caridade.

 

Numa altura em que investigo milhares de sensações novas e úteis para estudos realizados um pouco por todo o mundo e pagos não sei por quem, decidi experimentar proceder à análise de resultados antes de proceder à experiência em si.

Se falhar alguma coisa, no fundo, no fundo, o estudo já era desde o início salvaguardado em ser considerado estúpido o suficiente, para haver represálias quanto à revelação dos resultados...é justo...

escrito por centrodasmarradas às 01:42 linque da crónica
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
27
29
30
31
os que venderam bem
6 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
mais sobre o espécime
saída de emergência
 
patacoadas
..ainda bem. Está na altura de trazer uma garrafa ...
Vinho é muito bom! concordo consigo :D
Esse reality show não teria grande sucesso, pois j...
...e será só ela, Rafeiro? Abraço...
Quando aparece o tipo a dizer porque é que a outra...
...a seu tempo, meu caro. A seu tempo...
...bem relevante!...e as garantias?...ningué...
Eu não sei se devemos dar dinheiro a esses tipos o...
1º Eu respondi a cena do ministro, queres a morada...
Eu juntava era esses criadores de dias mundiais e ...
blogs SAPO