01 de Novembro de 2009

...quem vai ao mar, não fica em terra...

 

Iluminados fiéis, vamos a descalçar as meias e sapatos e dar um valente aperto de pé a todos aqueles que visitam o nosso bidon pela primeira vez.

Comunico-vos que é oficial. Até ao próximo dia 21 de Março, estou de relações cortadas com o tempo. Enquanto não houver calor, não contem comigo para nada.

 

Espero que as camisas de força sejam do mais confortável possível e que todos tenham como eu, um imensurável orgulho em a usar.

Após verem-se livres das correias que atam as mangas, peço-vos que procedam à seguinte tarefa dividida em duas partes.

Primeiro coloquem uma mão na cabeça e batam levemente. Com a outra, esfreguem a barriga.

Em segundo e por último, saiam à rua e experimentem fazer o mesmo exercício com o primeiro estranho com que se cruzem. Se porventura surgir a polícia, digam que vão da minha parte.

Para mim imaginar-vos a atender o meu pedido, já é gratificante o suficiente.

 

Ando cada vez mais intrigado com as coreografias da Shakira.

Não consegui ainda muito bem, definir e classificar a vertente da dança que ela envereda.

Até agora, encontrei alguns dos movimentos muito próximos da dança expressiva contemporânea, outros de inspiração de dança moderna...alguns indefinidos, como se ela estivesse a tentar livrar-se de um dildo sem as mãos ou assim...

Por falar em exorcismo, não me parece nada bem um padre ter como apelido o nome Guerra. Ainda mais quando o mesmo padre usa para a caça, uma soqueira.

Será para malhar no teimoso láparo que não coopera em entregar a alma ao criador e bem merecedor de uma acusação de má fé!?

Será o padre Fernando Guerra, o Constantine de Boticas em busca do seu arqui-inimigo Balthazar!?

O Constantine tinha uma soqueira, mas o Balthazar não era um láparo...e mesmo que hajam láparos insanos e com movimentos demoníacos, as gaivotas e os esquilos são muito piores...para mais, o láparo tem um dejecto arrumadinho e não transmite a raiva.

 

Mais demolidor que a selecção de notícias escolhidas para o roda-pé de um serviço noticioso da TVI, temos o caso que passo a transcrever.

Depois do que já foi feito pelo BPN, Faria de Oliveira (presidente da CGD), diz ser perfeitamente normal injectar mais 3,5 mil milhões de euros neste...banco alimentado.

Assim como um canídeo juvenil não descansa enquanto não alcança a cauda, estas palavras proferidas suscitaram logo em mim, um sagaz e rápido corrupio nos neuro-transmissores responsáveis pela meditação.

Seria este depoimento resultado de efeitos secundários de possíveis ansiolíticos ilegais, induzidos por automedicação?...

Artur Jorge, de cognome "o seleccionador poeta", também usava este "perfeitamente normal", mas neste caso, para disfarçar o seu insucesso e a sua incompetência.

 

Para finalizar em apoteose, apetecia-me lançar aqui qualquer coisa, mas como costumo estar descalço quando escrevo, é inútil.

Também não quero incitar a que a entrada para as salas de conferência de imprensa, passem a ser vistas como uma venda de pares de sapatos. Mesmo quando a alcatifa de algumas destas salas, têm um aspecto higiénico e fofinho...

escrito por centrodasmarradas às 14:23 linque da crónica
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
15
18
19
20
22
23
25
27
28
29
os que venderam bem
6 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
mais sobre o espécime
saída de emergência
 
patacoadas
..ainda bem. Está na altura de trazer uma garrafa ...
Vinho é muito bom! concordo consigo :D
Esse reality show não teria grande sucesso, pois j...
...e será só ela, Rafeiro? Abraço...
Quando aparece o tipo a dizer porque é que a outra...
...a seu tempo, meu caro. A seu tempo...
...bem relevante!...e as garantias?...ningué...
Eu não sei se devemos dar dinheiro a esses tipos o...
1º Eu respondi a cena do ministro, queres a morada...
Eu juntava era esses criadores de dias mundiais e ...
blogs SAPO