02 de Março de 2010

...Março marçagão, de manhã interno, à tarde Verão...

 

Foi na primeira hora do dia e qualquer minuto (desde que antes do primeiro quarto de hora), que aconteceu o inesperado. Cheguei à conclusão, que tudo isto não passa de uma cabala montada por uma organização que fabrica notícias, para facilitar a venda de termoventiladores.

Eu poderia facilmente seguir o caminho menos sinuoso e disparar sobre o Governo, como faz aliás a oposição que já foi Governo e que, na altura, o Governo actual era a oposição ao Governo de então que também, e para quem tem uma memória como eu de 2Tb, não era "grande espada"...perdão, Governo...

Se a chuva e o frio dão assim tanto lucro, qual a razão de tamanha insistência da parte destes dois, de permanecerem no meio do Hemisfério Norte, quando podiam estar muito bem a fazer uma excelente prestação de serviços no Ártico!?

Meus fidelíssimos fiéis, distintos convidados, mamã e papá, é com algum nervosismo que lanço nesta terapia de grupo de um só elemento mais um marco histórico. Por hoje e hoje só, tenho o meu consultório matrimonial.

Tenho aqui hoje nesta minha estreia, um casal de peso.

- Senhor Frio d'Inverno, Madame Pluviosidade, agradeço do fundo da minha arca congeladora a vossa excelsa presença.

- Ora essa, cavalheiro. Não tem de quê.

- Começava por si, Senhor Frio d'Inverno. Para iniciar um breve questionário, faço-lhe a pergunta que seleccionei do balde de arenque dos meus Pinguins de Magalhães. Esta questão foi lá deixada pelo Movimento dos Animais Polares e que reconheço ser de uma pertinência imensurável...

- Prossiga, meu bom homem.

- Passo então a ler a pergunta. Início de citação: "Oh meu filho de uma grandessíssima aleivosa! Fomos obrigados a emigrar por tua causa. Quando é que largas essa vadia húmida que te anda a chupar o gelo todo e voltas a ocupar-te das tuas obrigações!? Se não for para breve, espero que te constipes com o calor, rafeiro tinhoso!". Fim de citação. O que tem a dizer sobre esta questão importante?

- Eu passo desde já a esclarecer a minha súbita ausência da habitual residência de Inverno. A nossa relação deteriorava-se e o nosso conselheiro recomendou-nos umas férias. Estávamos em Outubro e aproveitando uns dias de baixa devido a uma depressão que ela apanhou junto ás ilhas britânicas, decidi trazê-la para aqui e esperar que a crise de choro passasse...foi até hoje...

- Madame Pluviosidade, para abreviar um pouco, para quando a partida ansiada para todos?

- Vês!? O que é que eu te disse!? Ninguém gosta de mim!...(choro com soluços)...não fosses tu tão frio com as pessoas, isto resultava!

- Bom, como forma de agradecimento pela visita, tenho aqui um útil desumidificador para a Madame Pluviosidade.

- Será que vai melhorar a minha sinusite?

- Acredite que vai melhorar muita coisa, Madame. E para o senhor Frio d'Inverno tenho aqui um acolhedor cobertor eléctrico.

- Revelo um certo receio com este presente. Ouvi dizer que tem havido cada vez mais acidentes e mortes com cobertores eléctricos.

- Isso são notícias fabricadas para instigar o medo ao povo, mera especulação...

escrito por centrodasmarradas às 17:22 linque da crónica
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
17
19
20
21
22
26
27
28
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

os que venderam bem
6 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
mais sobre o espécime
saída de emergência
 
patacoadas
..ainda bem. Está na altura de trazer uma garrafa ...
Vinho é muito bom! concordo consigo :D
Esse reality show não teria grande sucesso, pois j...
...e será só ela, Rafeiro? Abraço...
Quando aparece o tipo a dizer porque é que a outra...
...a seu tempo, meu caro. A seu tempo...
...bem relevante!...e as garantias?...ningué...
Eu não sei se devemos dar dinheiro a esses tipos o...
1º Eu respondi a cena do ministro, queres a morada...
Eu juntava era esses criadores de dias mundiais e ...
blogs SAPO