07 de Setembro de 2010

...em equipa que ganha, não se desce...

 

Meus fiéis, eu tive um sonho!

E nesse sonho todos os meus amigos estavam comigo! E todos os meus amigos queriam fazer o cócó na casa-de-banho da Assembleia da República. A casa-de-banho da Assembleia da República deve ser um dos sítios mais imaculados do edifício...

 

Um destes últimos dias vi que a maneira de fazer televisão em Portugal não mudou nas últimas décadas. Carlos Queiroz (orador entediante da selecção nacional), estava em directo nos três canais, enquanto que na RTP2, assistia-se a um jogo de futebol não em directo, mas em desenho animado. E a cultura, meus senhores!? A diversidade!? Onde está a alternativa!? Fiquei indignado e vociferei algo em palavras de baixo nível e mau português que interrompi por duas razões. A primeira foi por ficar assustado com tamanho chorrilho e a segunda porque temi também eu ser suspenso (embora mesmo estando sozinho, nunca se sabe).

O que não compreendo, é como o Scolari agride um jogador e tem o colinho da maioria dos portugueses e o Queiroz tem direito a alcatrão e penas. Em suma, ambos ocuparam o mesmo lugar responsável de representar um mui digno e nobre país, tiveram acções irreflectidas e condenáveis que já levaram ministros à demissão, contudo tiveram tratamentos diferentes...acho que tem a ver com a direcção para onde o vento está...

 

Os cientistas de duas universidades britânicas dizem que conseguiram produzir electricidade a partir de urina.

Sem receio de a minha reputação ser abalada, eu devo dizer que quando tenho vontade de uma boa necessidade de carácter líquido, sinto um frenesim nas pernas que vai aumentando à medida que teimo em não atender ao chamamento. Não é que eu ande por aí quando me dá este peculiar espasmo, a experimentar urinar para um cabo cortado de muita alta tensão para ver o efeito desejado ou em busca do resultado alcançado pelos cientistas. Mas no que diz respeito à captação de electricidade, no que vai do momento em que não paramos com as pernas até ao facto de conseguirem retirar electricidade da urina, custa-me a crer que o consigam de outra maneira senão o exemplo mencionado. E já agora, uma dúvida pertinente. Quando bebemos muito é óbvio que urinamos mais. Indo o estudo avante e pensando no futuro, a EDP irá reembolsar-nos pela energia produzida e acumulada? Enfim, fica aqui este contributo para terem em consideração.

Despeço-me por hoje e mesmo que não me dêem licença, vou agora tentar ver quanta energia líquida consigo extrair de uma gaivota, só de lhe pregar um susto pelas costas.

escrito por centrodasmarradas às 18:38 linque da crónica
Eu gostava era de ver a "nossa" equipa de futebol a limpar a casa de banho da Assembleia da República, podia ser que assim tivessem mais rendimento. Eu ontem ia morrendo de tédio à conta daquele "jogo". Já no que toca ao Carlos Cruz, mal começa a falar mudo de canal...

Abraço!
...isso de mudar de canal, faço também com o Queiroz, Madaíl, Scolari, telenovelas, publicidade...um ou outro político que era até capaz de vender a própria mãe se pudesse...
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

os que venderam bem
6 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
mais sobre o espécime
saída de emergência
 
patacoadas
..ainda bem. Está na altura de trazer uma garrafa ...
Vinho é muito bom! concordo consigo :D
Esse reality show não teria grande sucesso, pois j...
...e será só ela, Rafeiro? Abraço...
Quando aparece o tipo a dizer porque é que a outra...
...a seu tempo, meu caro. A seu tempo...
...bem relevante!...e as garantias?...ningué...
Eu não sei se devemos dar dinheiro a esses tipos o...
1º Eu respondi a cena do ministro, queres a morada...
Eu juntava era esses criadores de dias mundiais e ...
blogs SAPO