21 de Janeiro de 2011

...quem conta um conto, acrescenta um tonto...

 

Numa das ínfimas alturas em que as estradas portuguesas são patrulhadas como efectivamente deveriam ser ao longo do ano, inspirei-me num destes eventos pontuais, poucos característicos e também fui experimentá-lo nos próprios patrulhadores. Ora dos representantes da autoridade-que-circula-sem-cinto-de-segurança-na-via-pública que encontrei dentro das viaturas, todos sem excepção e sem surpresa, circulavam sem cinto de segurança e quando passavam uma notificação ou uma coima, a caneta estava na sua grande maioria sem a tampa protectora contra riscos (o que por si só, é um risco). Para terem uma pequena noção, só com os resultados desta última averiguação cumpri os objectivos a que me propus e ganhei uma semana de folga numa cabana junto à praia da Costa Nova, com viagem de autocarro incluída.

Assim como os cães patrulham os traseiros uns dos outros (e embora não literalmente), também eu resolvi andar a cheirar ao de leve aqueles a que a dada altura, eram ordenados a encostar a viatura à berma da estrada...e ao de leve ou não, o cheiro emana a léguas, tal vai a condução sobre o efeito da realidade e sem seguro...ou sem habilitações para suportar os actores que governam esta crise de ansiedade...

 

Mudando de assunto e para aqueles que dizem que a maneira de fazer política praticada em Portugal, está igual à que começou a ser "parida" a partir de 1975, aqui vai uma curiosidade pertinente.

Segundo a National Geographic, a Terra tem na actualidade, a mesma quantidade de água que tinha há 100.000.000 de anos.

Depois de profunda concentração a estudar estes dados e quinze minutos a experimentar o botão de pé que existe junto à sanita de uma qualquer casa de banho pública de um centro comercial aceitável, há duas coisas que posso constatar. Uma é que "meter água" é uma coisa perfeitamente normal e arcaica. A outra prende-se com o facto de as coisas levarem o seu tempo a mudar. Por tudo isto e se o ciclo da água na Terra demora todo este tempo a igualar valores, não há qualquer razão para que os inconformados pela inovação em Portugal entrem em desespero. Enfim, bebam um copo de água que isso acalma...

escrito por centrodasmarradas às 00:39 linque da crónica
Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

os que venderam bem
6 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
mais sobre o espécime
saída de emergência
 
patacoadas
..ainda bem. Está na altura de trazer uma garrafa ...
Vinho é muito bom! concordo consigo :D
Esse reality show não teria grande sucesso, pois j...
...e será só ela, Rafeiro? Abraço...
Quando aparece o tipo a dizer porque é que a outra...
...a seu tempo, meu caro. A seu tempo...
...bem relevante!...e as garantias?...ningué...
Eu não sei se devemos dar dinheiro a esses tipos o...
1º Eu respondi a cena do ministro, queres a morada...
Eu juntava era esses criadores de dias mundiais e ...
blogs SAPO