23 de Março de 2011

...quem não te conhecer, que te encontre...

 

De acordo com o presidente do P.S.D., este não irá aprovar o P.E.C..

Justificando as razões, as palavras de Pedro Passos Coelho foram e cito: "portanto, não vale a pena fingir por mais tempo".

Eu compreendo que assim se proceda quando é para o bem dos dois intervenientes. Afinal, quando de uma relação já não sobra nada senão desencanto, desaparece a vontade de compartilhar e ser cúmplice no circo que é a vida...

 

O primeiro ministro diz que neste P.E.C. 4 poderá haver um ligeiro aumento das pensões mínimas. O que eu interpreto destas palavras, é que o mais certo será as pensões mínimas não deixarem de ser isso mesmo...mínimas...

 

Poderia agora invadir semelhantes temas como "o que fará alguém pedir peixe para a refeição", que ligaria muito bem com o abordado, mas não. Ao invés, resolvi deslocar-me destemido a um território de grandes confrontos de ideais, um palco de crispação económico-social, um éden para alguém que vê na tensão a fuga para a liberdade.

Encontro-me num tanque público de lavar roupa e junto a mim, encontra-se a Dona Lucília Lúcia, 85 Primaveras...

 

Lucília Lúcia:

- Eu nasci estavam decorridos nove dias do mês de Junho de 1000-9-26, portanto, qual o propósito de usar o termo "Primaveras"? Acho estúpido...

 

Especialista do Centro:

- As minhas desculpas pela incorrecção. Dona Lucília, qual a sua visão sobre o P.E.C. 4?

 

L. Lúcia:

- Eu não sou muito adepta de voyeurismo. "Se não te diz respeito, não metas o bedelho" já dizia a minha avó, rainha do tanque três vezes seguidas!

Há sim, uns senhores que costumam vir aqui para perto ver-nos a lavar, à cata de uma roupa mais colada ao corpo, mas nós protegemo-nos umas ás outras e dizemos, por exemplo, "oh Columira, olha a blusa!".

 

Esp. do Centro:

- E só isso acaba com os olhares indiscretos?

 

L. Lúcia:

- Por vezes, sim...embora outras a Columira compreenda "molha" em vez de "olha" e é o degredo...

 

Esp. do Centro:

- E os voyeurs ficam entusiasmados?

 

L. Lúcia:

- Qual quê!? A Columira tem 103 anos, homem! Depois de quinze filhos, tem os peitos que parecem dois longos cones de trânsito invertidos, senhor! Quer ver? Anda cá, Columira!

 

Esp. do Centro:

- Não se incomode, eu confio na sua discrição.

Uma questão quanto ás lavagens. Acha que o dinheiro é só lavado com detergente ou auxiliado com algum amaciador?

 

L. Lúcia:

- Ouça lá, qual é o problema de usar sabão clarim ou sabão de barra azul e branco!?

 

Esp. do Centro:

- Na realidade, nenhum...

 

L. Lúcia:

- Aqui só se lava roupa suja. Arregace lá as mangas e comece a esfregar! Olhe esse alguidar de roupa aí ao pé! Precisamos de acção e menos falatório. De quem tenha vontade de trabalhar!

 

Esp. do Centro:

- Isso soa-me a solução para o país...

 

L. Lúcia:

- Eu estava a falar do tanque público, homem!

 

Esp. do Centro:

- Sendo assim, quanto ao movimento da lavagem. Deve ser de cima para baixo ou ao contrário?

 

L. Lúcia:

- Não sei...está a falar do país ou da roupa!?...

escrito por centrodasmarradas às 00:13 linque da crónica
Era bom que a D. Lucília pegasse nos políticos e os esfregasse no tanque, como quem lava uma carpete...
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

os que venderam bem
6 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
mais sobre o espécime
saída de emergência
 
patacoadas
..ainda bem. Está na altura de trazer uma garrafa ...
Vinho é muito bom! concordo consigo :D
Esse reality show não teria grande sucesso, pois j...
...e será só ela, Rafeiro? Abraço...
Quando aparece o tipo a dizer porque é que a outra...
...a seu tempo, meu caro. A seu tempo...
...bem relevante!...e as garantias?...ningué...
Eu não sei se devemos dar dinheiro a esses tipos o...
1º Eu respondi a cena do ministro, queres a morada...
Eu juntava era esses criadores de dias mundiais e ...
blogs SAPO