17 de Julho de 2009

...duas taças de vosso melhor palheto, meu bom homem...

 

Meus fiéis, distintos narcolépticos, povo em geral.

 

Hoje vou deambular por caminhos nunca antes calcorreados neste "blog" - o ensaio literário romântico.

 

...(collants da época dos Descobrimentos...pigarreio...respirar fundo)...

 

Em galope fervoroso no seu brioso corcel, o bravo cavaleiro avançava pelo caminho que serpenteava entre o bosque de farto arvoredo, fiel à sua demanda.

O movimento bárbaro dos cascos do equídeo, arrancava do solo a erva ainda bafejada pela neblina húmida das primárias horas matinais.

Os raios vespertinos do astro celeste, trespassavam as copas do arvoredo, quase cegando os pássaros madrugadores que pululavam os ramos altivos, em melodias canoras.

De súbito, não vislumbrando um ramo traiçoeiramente parvo, sofreu deste tamanha palmada que o arremessou, prostrando-o no piso duro e poeirento.

O garboso corcel abrandou e soltou um estridente relinchar jocoso, enquanto expelia vapor de suas largas narinas.

Apeado, cambaleante, o nosso cavaleiro andante ainda verificava a orientação da Rosa-dos-Ventos, já vociferava entre dentes, a parca forragem que iria destinar ao corcel maledicente.

Recuperado, embora assaz aturdido, montou o alazão e acicatou-o ao horizonte, alheio aos mil perigos do restante caminho, apertando agora as rédeas mais do que nunca, não graças ao brusco galope, mas à ocorrida mui humilhante experiência.

Passadas parcas milhas e nada o fazendo prever, do meio da insondável folhagem de um afoito arbusto, surgiram dois tenebrosos e mal-afamados vilões que fizeram espelhar a surpresa no focinho do alazão, parando-o num ímpeto só, graças ás sublimes ferraduras de marca deveras afiançada.

O valente cavaleiro, usando de malfadada sorte, num movimento quase circense, rodopiou erraticamente sobre a cabeça do animal, ficando suspenso nas rédeas, de frontispício voltado à mercê dos assombrosos fora-da-lei.

Nada mais havia a fazer, senão ser condescendente e anuir à entrega do parco soldo que lhe restava e que era destinado a apaziguar a larica na estalagem mais adiante, albergue onde se encontravam as mais esbeltas e castas donzelas de reputação duvidosa.

Despido num ápice de posses, calçado e vestimentas, o nobre cavaleiro seguia em primeiro, secundado pelo seu fiel equídeo que, jocosamente relinchava alto e bom som, uma e outra vez, sendo audível para lá do vale e rio sobranceiro.

 

 

...(pigarreio...respirar fundo...despir míseros collants)...

 

 

E agora, deixo-vos a pensar na vossa vida, se não se importam.

escrito por centrodasmarradas às 23:45 linque da crónica
14 de Julho de 2009

...como 0.0 !?? sr. guarda, eu bebi 20 litros de cerveja!...

 

É só um exemplo.

De certeza, já vos aconteceu uma vez na vida, dizer a verdade e mesmo assim, haver quem duvide.

Se não vos aconteceu, têm a minha permissão para sair mais cedo e ir atravessar a passadeira de uma rua agitada. Escolham a que tenha sinal verde para a circulação automóvel.

 

Aconteceu-vos pela segunda vez?

Não temam.

Digam sempre a verdade. Dizer a verdade não custa.

Mesmo que isso vos faça sentir um pouco desprotegidos ou desconfortáveis.

Mesmo que considerem estar a expor mais do que deveriam, que considerem ser um momento menos próprio ou, de uma forma ou de outra, se sintam pouco à vontade.

Mesmo que antevejam que não vos vai valer de nada, que isso vos leve a afirmar "a sério, é a verdade".

 

O que custa, é desabafar a mais nívea das verdades e depois, acontecer uma de duas coisas.

Ou afagam-vos o pêlo entre as orelhas enquanto dizem "lindo menino! agora vou lançá-lo para mais longe!", ou então, acham a vossa verdade tão bem elaborada, que mais parece uma mentira.

 

E é aqui que surge o busílis da questão.

Qual o propósito?

Qual o significado?

Afinal de contas, de que serve sentirmo-nos bem sempre que dizemos com sinceridade o que nos vai na alma, se aquela pessoa que estimamos acha que estamos a mentir, ao mesmo tempo que nós temos plena consciência que estamos a dizer a verdade!?

 

Tudo tem a ver com o demonstrar áquela pessoa a quem contamos a verdade, que merece que não se lhe minta.

Que aquela pessoa é tão importante, que até lhe contamos a verdade e não temos qualquer receio de o fazer!

 

...(momento de pausa para relaxar...posição de lótus...fechar os olhos...nhóinhóinhóinhóinhóinhóinhóinhóinhói...inspira...expira)...

 

A verdade "verdadinha", é que tudo isto, faz-me considerar a hipótese de deixar de hastear a bandeira da verdade.

E em verdade vos digo também, que esta desconfiança sem razão da parte de uma pessoa que estimamos deixa-me inquieto, contudo, de mãos atadas. E tudo por dizer a verdade!? É injusto!

 

Deixo-vos agora, um exemplo sacro.

O que é que aconteceu ao Vosso Senhor Jesus Cristo por ter espalhado a sua verdade e o que é que ele ganhou com isso?

Eu digo-vos. Foi crucificado!

Vou eu chegar a esse ponto?

Não me parece...eu não caí do Céu.

 

Já a seguir, não perca a perspectiva do mundo de amanhã, através do olhar de um mimo...

escrito por centrodasmarradas às 06:21 linque da crónica
13 de Julho de 2009

...daltónico ou não, não vou ser eu a dizer-lhe...

 

Eu e o meu primo, quando eramos mais novos, costumávamos estudar o comportamento dos insectos.

Tenham como exemplo o facto de pegar em moscas, cortar-lhes as asas, colocá-las em frascos e assistir à desova prematura, resultante do aprisionamento forçado.

Mas não foi isso que me trouxe aqui...aliás, não sei bem o que foi, mas aproveito o facto para fazer uma pausa, até me relembrar qual o significado da vida.

 

...

 

Bom, depois deste momento algo intelecto-surreal, vamos agora ensinar um gafanhoto norte-africano, a etiqueta e boas maneiras de invadir a vegetação de um país estrangeiro, segundo o processo de aprendizagem Boboniano.

 

Marco Fortes tem razão...

De manhã, isto é bom, é para estar na caminha.

Oh se é! Uuui!

Para escapar a este hipnotisante dolce far niente, um despertador infalível e que poderá mostrar resultados significativos logo na primeira manhã, é ouvir a voz da Ann Free...e se for a cantar, o resultado é gritante.

 

Enquanto fazia de professor de língua portuguesa e, entre perda de sentidos consecutivas, corrigia bucolicamente livro a livro a pontuação de mais uma edição de Saramago, coloquei a hipótese sustentada de ter havido um lamentável mal-entendido na atribuição do galardão daquele sujeito sueco que misturou nitroglicerina com kieselguhr e patenteou o material com o nome de Dinamite e que é, sem dúvida, um ícone incontornável, para qualquer proprietário de uma mina ou de uma pedreira.

Aliando a estupidez à literatura, dou uma sugestão agradável para quem tem filhos em idade escolar e parte em férias.

Levem um livro deste pseudo-escritor (recomendo um com mais de cem páginas), e incentivem o infante a corrigir também ele um livro do homem que, intencionalmente, assassina a língua portuguesa e é tolerado pela maioría.

É uma situação ganha-ganha quer para a família, quer para a língua portuguesa.

 

Em Pamplona, quando sairem à rua, escolham a roupa com minúcia.

A cor vermelha e movimentos bruscos não são recomendados.

Isto tudo porque existe há décadas, um problema deveras complicado de solucionar, envolvendo animais abandonados nas principais ruas.

Por cá, é habitual vermos cães e gatos rafeiros, em Pamplona é mais touros e vacas...e alguns cães e gatos...gaivotas, não sei...

escrito por centrodasmarradas às 15:28 linque da crónica
12 de Julho de 2009

...a Lua afasta-se todos os anos, um pouco mais da Terra...

 

Ora isso quer dizer que os lobos, vão entrar gradualmente em depressão nervosa ou sofrer paulatinamente de uma séria crise existêncial.

 As músicas lamechas deixam de ter eufemismos relativos ao nosso satélite, ou então, ficam-se por menções simples do género "foi com um mini luar" ou "o brilho da Luazita nos teus olhos".

 Deixa de fazer qualquer sentido falar de marés-vivas e os mexilhões, vão finalmente ter o sossego merecido.

O eclipse lunar não vai ser mais senão uma nota em roda pé no serviço noticioso.

 Quando houver uma colónia lunar, os atrasos entre viagens vão ser uma constante.

 

E da Lua, numa noite auspiciosa, duas pedras partilhando um qualquer espaço exíguo, haverão de comentar:

- É de mim, ou o Alberto João fala cada vez mais baixo de ano para ano?

 

Enquanto tiram a hepiderme que sobrou do último escaldão, saibam que este Natal, não devem perder o lançamento da colectânea de todas as noticias, respeitantes à transferência do CR9 e das duas semanas de morte de Michael Jackson, incluindo a imperdível descida do caixão para o buraco.

Cada colectânea vem guarnecida com extras.

"Anita vai ao estádio e fica por lá";

"Big Brother: Veja a partir do interior do caixão, o que está Michael Jakson a fazer";

 

Inspirem fundo e fechem as pálpebras, de modo a que os glóbulos oculares fiquem ocultos.

Suponho que já está, então vamos mudar de assunto.

 

Enquanto fazia jogging à beira da estrada de alcatrão e o monóxido de carbono invadia os meus pulmões de uma maneira saudável, tive uma ideia fantástica, direi mesmo, quase cantártica.

 

BEERJACKING !!

 

Estão a ver o pessoal nos festivais com uma mini cisterna de cerveja e que vão enchendo copos a quem queira?

Pois bem. Andam a pedi-las.

Eu só não o fiz, porque estava distraído com a inalação do fumo de alguns cigarros que por mim passavam e que continham um cheiro peculiar.

 

Tão pertinente e subtil como uma árbitra espanhola de hóquei em patins, é conseguir encontrar a estupidez aliada à informação desportiva e saber que ainda há pessoas que pagam para ter esse serviço.

Há dias estava a ver o jogo Espanha - África do Sul, respeitante à Taça das Confederações quando perguntei a quem estava em meu redor:

- A SporTv já tem canal Memória !??...

escrito por centrodasmarradas às 14:40 linque da crónica
06 de Julho de 2009

...estar offshore, é o que a Airbus costuma oferecer...

 

Enquanto tentava levar uma gaivota a cometer autoflagelação ao ler-lhe excertos do processo Casa Pia, com estes ouvidos que a terra não há-de comer, soube que Dias Loureiro foi finalmente constituído arguido!

E foi a apoteose!

Foi a primeira vez que tentei dançar uma espécie de kuduru, à desgarrada, com uma gaivota.

Quanto a este presumível culpado ir sentir o óxido de ferro do cárcere...

 

Seria muito produtivo, senão mesmo benéfico, que nomes sonantes como Valentim Loureiro, João Loureiro, Dias Loureiro, Isaltino Morais, Fátima Felgueiras, Pimenta Machado, Avelino Ferreira Torres e já chega, elaborassem um manual sobre a sua passagem furtiva pelas garras da justiça e a sorte dos Pátios da Inquisição já não serem permitidos.

O título seria algo entre "Meu pé-de-meia laranja lima" e "Caça & Pesca (edição portuguesa)".

Seria, de certeza, um fantástico volume que realçaria de todos os outros, na estante da sala de estar.

 

Acho que muitos lusos vão passar a preferir ir para fora cá dentro...

Da maneira como anda a aviação e o estado de saúde subejamente conhecido dos vários destinos exóticos, acho que não é de esperar outra coisa.

Como diría CR7 "penso qu'é p'sitivo".

Afinal, ficando por cá, poupa-se alguma coisa em combustível para as eleições e cria-se a hipótese sustentável de surgir uma estirpe de gripe A H1N1 só nossa!

Imaginem o diálogo:

- Estás com mau aspecto.

- Apanhei a gripe suína.

- Credo! Não espirres!

- Calma! Esta é produto nacional.

- Ah! Antes isso...mas é mesmo 100% genuína?

- Claro que é! No diagnóstico dizia que, se não morrer da doença, morro da cura...

 

Vejam outro caso.

Entrar de férias, o avião divide-se em mais partes que o dinheiro do BPP e do BPN juntos. Com muita sorte, encontra-se uma ilhota.

O infeliz veraneante, entre lançamentos repetidos de um côco a um caranguejo, pode considerar duas hipóteses:

jantar água de côco, ou então, caranguejo laminado.

escrito por centrodasmarradas às 19:07 linque da crónica
06 de Julho de 2009

...e ao oitavo dia, não descansou...

 

Crianças. Infantes.

 

...(pigarreio)...

 

O Vaticano estudou a dedicação exaustiva e obcecada dos media pelo cantor Michael Jackson e sua consequente histeria, resultante por parte do povinho.

E seis dias após concílio, o conclave analisou, reflectiu e deliberou, que este célebre pedófilo, está mais perto da beatificação, do que outro qualquer pedófilo de alto gabarito.

Bibi, não conformado, não compreende que a beatificação tenha sido entregue a outra pessoa que não ele, classificando esta beatificação como "ultrajante, uma gozação e uma ofensa" e, após esta declaração, interpôs recurso.

Comentou ainda o facto, dizendo "ainda o Jackson era pequeno, já eu conduzia uma 9 lugares!".

Outros pedófilos conhecidos da praça pública, acharam de mau gosto esta polémica beatificação, mas preferiram não tecer mais comentários, pois muitos destes encontram-se quer sobre segredo de justiça, quer sobre segredo de ofício.

 

Para quem está mais farto da publicidade aos festivais de Verão, do que da publicidade ás Legislativas e Autárquicas.

Para quem não suporta mais ouvir os amigos contarem como correu, para não falar das fotografias, a t-shirt alusiva, etc, sugiro-vos o seguinte estratagema.

Nestes eventos que aparecem como cogumelos, um pouco por todo o lado, espalhem pelos vossos amigos que vão a um determinado festival (embora não vá acontecer).

Quando eles perguntarem como correu, digam que afinal não foram.

Voltem a repetir a mesma situação duas ou três vezes, desde que dê tempo para eles quase esquecerem o episódio (escolham com calma! Festivais de Verão é o que não falta.).

No fim da estação, a vossa fama irá preceder-vos.

É tão garantido como não haver pessoas interessadas em ter um fundo de investimento no BPN!

Acreditem que, não mais vão querer entabular conversa alguma convosco, respeitante a Festivais de Verão!

Há, é claro, efeitos secundários...mas a vossa vida sexual não me interessa.

 

Tempo agora, para algo completamente diferente.

Quem é que armou uma ratoeira, embrulhou-se e quase ía sendo apanhado nela?

Dica: o norte dá-lhe azia.

Quem acertar, habilita-se automaticamente a não receber, aquela peça de vestuário parecida com uma camisola de manga comprida, mas que se usa como calças.

escrito por centrodasmarradas às 18:31 linque da crónica
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
15
16
19
21
27
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
os que venderam bem
6 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
mais sobre o espécime
saída de emergência
 
patacoadas
..ainda bem. Está na altura de trazer uma garrafa ...
Vinho é muito bom! concordo consigo :D
Esse reality show não teria grande sucesso, pois j...
...e será só ela, Rafeiro? Abraço...
Quando aparece o tipo a dizer porque é que a outra...
...a seu tempo, meu caro. A seu tempo...
...bem relevante!...e as garantias?...ningué...
Eu não sei se devemos dar dinheiro a esses tipos o...
1º Eu respondi a cena do ministro, queres a morada...
Eu juntava era esses criadores de dias mundiais e ...
blogs SAPO