30 de Dezembro de 2009

...o bom filho, à casa entorna...

 

Ora vamos lá então apostar quantos eucaliptos vão ser hoje derrubados para a estrada durante a noite, com a força do vento.

Ontem ganhei eu, hoje pode ser o mesmo a ganhar. As apostas são só em dinheiro vivo...morto, não. Deita cheiro.

 

Deu-me ainda agora a sensação de escutar o barulho de uma estatueta do Mosteiro da Batalha a rodopiar no ar...adiante.

Por falar nisso, em Itália, Berlusconi foi atacado por um indivíduo com perturbações mentais.

O Papa Benedicto XVI foi placado por uma senhora com perturbações mentais...

Eu sabia! Eu já previa que, mais tarde ou mais cedo, iria acontecer algo do género!

Eu bem aconselho os meus fiéis a ler uma crónica por dia, de modo a evitar efeitos secundários. E todos vós tendes atendido a meu pedido com fidelíssimo respeito que demonstrais de forma assídua por este vosso pastor.

Mas há sempre uma ou duas ovelhas tresmalhadas que, quando por engano entram neste espaço através de uma pesquisa relativa a horóscopos ou marradas aplicadas por variadíssimos animais, insistem em ler várias de rajada. Depois dá no que dá e acontece o que acontece...

 

A santa paciência do conclave ditou um santo sacrifício necessário. O santo escapulário vai deixar de fazer parte da santa vestimenta do santo Papa. Desta forma evita-se que para o ano haja (pela terceira vez), um novo santo arremesso perpetrado por esta senhora de instável comportamento.

Por outro lado e graças a esta senhora, sempre que vejo alguém com um cachecol caído pelos ombros, tendo a fazer a essa pessoa o mesmo que ela fez ao Papa. E agora compreendo-a. É soberbo! O que mais me motiva, é que nunca acontecem duas quedas iguais! É sempre diferente!

 

Enquanto jogava ao "peixinho" com as minhas duas personalidades alternativas, surgiu-me o mais fantástico quadro alusivo.

Não há nada mais carinhoso e engraçado, que a imagem de um petiz de doze meses rodeada de três ou quatro mulheres a balbuciarem cacofonias diversas e a quererem mastigar as bochechas do pequeno.

Não sei como, mas no dia seguinte sempre consegui ganhar destreza, coragem e desinibido, vesti-me da mesma maneira que um destes infantes. Saí à rua à procura do mesmo afecto, o mesmo carinho, na ânsia de obter o mesmo tratamento...o efeito conseguido foi totalmente o contrário. Mas que raio querem as mulheres, afinal!?

 

Bom, o ar condicionado deixou de funcionar no meu bidon. O hamster que providencia a energia para o aquecimento não quer subir para a rodinha...invocou greve. Diz que "trabalhar para aquecer os outros", acabou...receio que a partir de agora, estou por minha conta e risco.

escrito por centrodasmarradas às 17:07 linque da crónica
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
18
20
21
22
24
25
27
28
29
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
os que venderam bem
6 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
mais sobre o espécime
saída de emergência
 
patacoadas
..ainda bem. Está na altura de trazer uma garrafa ...
Vinho é muito bom! concordo consigo :D
Esse reality show não teria grande sucesso, pois j...
...e será só ela, Rafeiro? Abraço...
Quando aparece o tipo a dizer porque é que a outra...
...a seu tempo, meu caro. A seu tempo...
...bem relevante!...e as garantias?...ningué...
Eu não sei se devemos dar dinheiro a esses tipos o...
1º Eu respondi a cena do ministro, queres a morada...
Eu juntava era esses criadores de dias mundiais e ...
blogs SAPO